Impressões do Outono

Luz do outono ilumina os cantos da casa, clareia em volta de mim as formas que passo, por vezes, sem perceber. Sua intensidade que faz doer a retina inaugura uma nova cor. Facho de luz que passa por entre os prédios, chega ao mar e numa faixa de areia. Outono é como parar para olhar com atenção uma pitanga madura, rosada, avermelhada e, ainda azeda. Ventos avisam que é outono. Cortam a noite fria, passam pelo rosto da moça que caminha desavisada, descalça, pela rua estreita. Passam pelas janelas, balançam as cortinas e gelam a cama vazia. Outono é claro ao amanhecer, é azul intenso, rosa para os que gostam de contemplar o final. Chuva que chega de surpresa na manhã, ao anoitecer. Ventos fortes que assustam as estrelas, ficam guardadas até tarde para quem tem insônia ver que amanhã terá sol. Outono faz a passagem para o inverno com delicadeza, mas faz gelar o nariz. Melhor deixar um cobertor no braço do sofá da sala, enquanto ainda é outono.

Rio, abril, 2009
Foto: Parque Rodo, Montevideo, Uy | Outono, 2017

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s