Presente

Desavisado sentimento que chega enquanto esquece
Margeia, contorna, bate lento, vento leve…
Passeia por entre tempos díspares
Encanta pela lentidão já desconhecida
Encontra amparo, brinca na volta, quando rebate na dúvida
Desavisado sentimento que chega enquanto aquece
Ecoa, por vezes foge
Ah, desavisada canção que toca nas frestas, nas brechas
Brinquedo diferente do tempo que é agora, presente
Presente do tempo para brincar diferente, agora
Sem muito alarde: o presente, o tempo, o vento leve
Brincar de sentir o desavisado sentimento
Que chega enquanto prece

Foto: Silvana Cardoso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s